O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira (13) que acompanha a investigação feita pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) de um caso de possível reinfecção de coronavírus em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Um técnico de enfermagem, de 22 anos, tinha testado positivo para Covid-19 em abril e voltou a ser diagnosticado com a doença no final do mês de junho, morrendo em 6 de julho.

Em abril, ele apresentou sintomas leves. Depois de cumprir o isolamento, voltou ao trabalho em Itaúna, na região Centro-Oeste do Estado. O enfermeiro realizou novamente o teste em maio, sendo o resultado negativo para coronavírus. Mas, em junho, o rapaz procurou o hospital em Itatiaiuçu com sintomas graves da doença e foi encaminhado para um hospital de Itaúna, onde morreu. O paciente realizou novamente o teste e o resultado foi positivo.

"De acordo com a literatura médica, existem casos de pacientes curados de Covid-19 que voltam a apresentar um novo episódio da doença, mas não existem certezas se estes quadros representam uma nova infecção ou uma recidiva do quadro inicial. Faltam evidências científicas se são resquícios da mesmo infecção", informou o ministério.

O caso

Libério Tadeu Fonseca Pereira, de 22 anos, era morador de Itatiaiuçu e trabalhava no Hospital Manoel Gonçalves, em Itaúna, unidade de referência para atendimento de casos de Covid-19 na macrorregião Centro-Oeste.

Conforme a secretaria municipal da cidade, o jovem apresentou sintomas gripais leves em 17 de abril, testou positivo via exame RT-PCR na cidade e ficou em isolamento domiciliar por 14 dias. 

Na ocasião, os demais moradores da casa onde ele mora foram examinados e deram negativo para a doença. Libério evoluiu bem ao processo e não houve complicações.

No entanto, em 27 de junho, o rapaz voltou a procurar a policlínica de Itatiaiuçu, dessa vez com sintomas mais severos e foi encaminhado para internação no Manoel Gonçalves. Nessa ocasião, a mãe, o pai e uma tia do rapaz também testaram positivo para a doença. No dia 4, a mãe dele morreu.

"Ele procurou a unidade com sintomas compatíveis com a Covid-19, foi colhido o exame RT-PCR, que deu positivo", informou Carolina Lemos, secretária municipal de Saúde de Itatiaiuçu. O óbito ocorreu dias depois, por complicações da doença.