O número de casos suspeitos de microcefalia em Minas Gerais aumentou 163% em uma semana. Balanço da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado nesta quinta-feira (10) mostra que, do último dia 11 - quando o Ministério da Saúde determinou a notificação compulsória da anomalia em todo o Brasil - até hoje, 29 bebês com a má-formação foram registrados.

No último dia 3, dados da SES mostravam que 11 casos de microcefalia haviam sido notificados compulsoriamente. O total atual abrange 21 municípios. De acordo com a pasta, "até o momento, foi descartada a possibilidade de associação ao zika vírus em um caso".