A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL) informou nesta quinta-feira (17) que solicitou ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) a ampliação da validade dos créditos do vale transporte na capital mineira. 

Os créditos perdem a validade após seis meses sem uso e a proposta da CDL é que esse prazo seja automaticamente estendido para 12 meses.

Segundo o ofício da CDL, desde março milhares de comércios fecharam as portas em função da pandemia e os funcionários afastados não utilizaram seus cartões durante esse período. Agora, com a flexibilização e retomada das atividades, os créditos se perderam ou estão com a validade próxima do fim.

A reportagem entrou em contato com o Setra-BH e aguarda posicionamento do sindicato.