O presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, informou nesta terça-feira (24) que vai pedir ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), uma autorização para ampliar o horário de funcionamento das lojas na capital mineira, das 7h às 22h, na próxima sexta (27), além de uma extensão do horário no sábado também para aumentar a possibilidade de vendas e proporcionar aos comerciantes uma recuperação do prejuízo durante a pandemia do novo coronavírus.

O líder comercial também reitera que a medida vai garantir uma compra segura aos consumidores e comerciantes, sem aglomeração nas lojas.

A expectativa é que a Black Friday injete mais de R$ 2 bilhões no comércio de BH com as promoções e reduções significativas no preço dos produtos, principalmente nos eletrodomésticos, eletroeletrônicos, vestuário, entre outros.

Acompanhe a entrevista na íntegra: