Para combater o furto de energia por meio das ligações clandestinas conhecidas como “gatos”, agentes da Cemig estão percorrendo as ruas do Centro de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (22). Conforme a instituição, os endereços considerados suspeitos estão sendo fiscalizados. 

Pelo menos 50 técnicos estão atuando simultaneamente, em caminhonetes e motocicletas, para analisar ligações clandestinas e reduzir o número de fraudes. Somente nos três primeiros meses deste ano, 22 mil irregularidades foram identificadas. 

As perdas decorrentes das ligações irregulares refletem não somente na economia da empresa, mas também da população, já que o valor da energia furtada é redistribuído na composição da tarifa de energia elétrica.

Crime 

Fraudar energia elétrica é crime previsto no artigo 155 do Código Penal. O infrator pode pegar até oito anos de prisão e ainda pagar multa, além da obrigação de ressarcimento de toda a energia furtada e não faturada em até 36 meses, de forma retroativa.