Centro e Cabana do Pai Tomás, na região Oeste de Belo Horizonte, são os bairros com maior número de pessoas que perderam a vida por causa da Covid-19 na capital mineira desde o início da pandemia, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira (15). Foram sete e seis mortes, respectivamente.

O bairro Santa Cruz, na região Nordeste, que havia registrado o maior número de mortos até a semana passada, continua contabilizando cinco óbitos por Covid. Mantiqueira, Alto Vera Cruz, Céu Azul, Lindeia, Novo Aarão Reis, Piratininga, Pindorama, São João Batista e Serra registraram quatro mortes pela doença.

No total, Belo Horizonte contabiliza 297 óbitos e 12.231 casos confirmados.

Mapa em detalhes

O boletim apresenta também um mapa com a distribuição espacial dos casos de Síndrome Gripal (SG), Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e óbitos confirmados para Covid-19, segundo endereço residencial e Índice de Vulnerabilidade da Saúde (IVS) de residentes em Belo Horizonte. Foram levados em conta dados registrados até sexta-feira (10).

Pelo mapa, é possível observar que os bairros mais centrais possuem mais casos de SR e SRAG (marcados por pontos), enquanto as ocorrências de mortes por Covid (quadrados verdes) estão espalhadas por toda a cidade. Também é possível verificar que as regiões consideradas de maior vulnerabilidade de saúde (em vermelho) são, geralmente, mais afastadas do Centro da cidade. 

mapa covid