A partir deste sábado (2), os centros culturais e as bibliotecas de Belo Horizonte serão reabertos ao público após longo período fechados em virtude da pandemia da Covid-19. A Prefeitura de BH divulgou nesta sexta-feira (1º) o nome dos cinco centros que abrirão as portas nesse fim de semana. 

De acorddo com a PBH, a seleção dos centros reabertos nesta primeira fase considerou critérios como a área de cada local, tanto externa quanto interna, priorizando os que possuem espaços mais amplos e abertos, assim como o atendimento a diferentes regiões. São eles: Centro Cultural Bairro das Indústrias, Centro Cultural Lindeia Regina, Centro Cultural Padre Eustáquio, Centro Cultural São Bernardo e Centro Cultural Venda Nova.

Com a reabertura, o público poderá usufruir novamente e de forma presencial dos espaços, seguindo os protocolos de prevenção ao contágio pela Covid-19. No entanto, para visitar os locais será necessário um agendamento prévio, que pode ser feito pelo portal da prefeitura, por telefone ou diretamente na portaria dos centros. O público poderá ter acesso ainda aos computadores do Telecentro, às áreas externas dos complexos e à visitação às exposições de artes visuais.

Atividades

A programação é formada por cerca de 30 atrações por semana. As atividades são gratuitas e para todos os públicos, em diversas linguagens artísticas, como música, dança, artes visuais, entre outras, além de oficinas de informática e mídias sociais.

Os dias e horários de funcionamento para as atividades presenciais são nas quartas, quintas e sextas-feiras, das 13h às 21h; aos sábados, das 9h às 17h; e no primeiro domingo do mês, das 9h às 17h.

Os centros culturais oferecerão ainda uma programação híbrida, com atividades presenciais e com a programação virtual 'Centros Culturais em Rede'', que já é ofertada no canal do Youtube da Fundação Municipal de Cultura.

Bibliotecas

A Rede de Bibliotecas da Fundação Municipal de Cultura também retoma suas atividades nos centros e no Museu da Moda de BH. Nas bibliotecas, o retorno gradual oferece acesso ao acervo integrado das 22 unidades da Rede de Bibliotecas da Fundação Municipal de Cultura, com o serviço de empréstimo de livros e de publicações.

Por meio do site, será possível a consulta virtual ao acervo bibliográfico, reserva de livros e o agendamento para retirada e/ou devolução do material presencialmente nos balcões.

Além da necessidade de agendamento prévio para visitas, haverá controle de entrada e saída nos equipamentos a fim de evitar aglomerações e demarcação de trajetos para controle do fluxo de visitantes. Será necessário o uso obrigatório e correto de máscara durante a visitação e orientada a higienização das mãos, com álcool em gel 70% a todos que entrarem no espaço cultural.

Serviço

Reabertura gradual de Centros Culturais e da Rede de Bibliotecas da Fundação Municipal de Cultura

Data: a partir de sábado, 2 de outubro
Horários de funcionamento: quartas, quintas e sextas-feiras, das 13h às 21h; aos sábados, das 9h às 17h; e no primeiro domingo do mês, das 9h às 17h.

*É necessário fazer agendamento prévio para a retirada de ingressos das atividades presenciais.

Leia Mais:
Governo cria Cédula de Produto Rural Verde
'Ainbo a Guerreira da Amazônia' em cartaz nos cinemas