Uma das reclamações mais frequentes de passageiros do transporte coletivo de Belo Horizonte, a falta de educação de motorista e cobradores, será alvo de um treinamento especial. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) iniciou nesta segunda-feira (24) uma série de treinamentos dos funcionários sobre ética profissional e sobre gentileza urbana no trânsito.
 
Conforme dados da BHTrans, em 2014 foram 37 mil reclamações de passageiros, sendo que 19% eram por comportamento inadequado do motorista ou cobrador. A queixa é a segunda mais frequente entre os usuários, perdendo apenas para o descumprimento de ponto de embarque e desembarque (30%). Em terceira posição está o descumprimento do quadro de horários (15%).
 
De janeiro a maio de 2015, os itens mais reclamados foram descumprimento de ponto  de embarque e desembarque de passageiros (32,4%), comportamento inadequado do operador (23%) e descumprimento de quadro de horários (15,5%), num universo de 12.787 reclamações.
 
Segundo o Setra-BH, 83 agentes multiplicadores foram treinados pelo sindicato e serão multiplicadores dentro das garagens das 40 empresas de ônibus de BH. A expectativa é que o treinamento chegue aos 15 mil motoristas, cobradores e fiscais. 
 
Os primeiros treinamento começaram na tarde dessa segunda, na garagem da Viação Nova Suíça. Ao longos do ano, mais unidades receberão as capacitações. A iniciativa que será acompanhada pela equipe de recursos humanos do Setra-BH. 
 
Com o tema “Comportamento gera comportamento. Seja Gentil” e ministrado pela consultora de recursos humanos, Eliane Zanforlin, o treinamento levantou reflexões sobre as atitudes adotadas principalmente em momentos de maior tensão, buscando conscientizar os motoristas, cobradores e fiscais do sistema a adotarem um comportamento mais pacífico, para que sejam evitadas atitudes agressivas e construídas relações profissionais baseadas no respeito mútuo, aos usuários, pedestres, agentes de trânsito, ciclistas, motociclistas e motoristas de veículos particulares.