O Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Ipatinga, no Vale do Aço, está proibido de receber novos detentos. A justiça determinou a interdição da unidade prisional, após os problemas que desencadearam um início de rebelião no local, além de uma série de ataques contra ônibus na cidade.Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social, a interdição está em vigor desde a última segunda-feira (31). De acordo com o documento, o limite de ocupação da unidade, que hoje abriga 680 detentos, não poderá ultrapassar 549 presos. 
 
Ainda de conforme a decisão judicial, o Ceresp deverá providenciar a transferência de presos condenados, num prazo de 30 dias, para outras unidades.
 
Em consequência da proibição de receber novos detentos, as celas da Delegacia Regional da Polícia Civil de Ipatinga também está lotada. As pessoas presas em ocorrências policiais no local aguardam transferência para outras cadeias.
 
Rebelião
 
O transporte público de Ipatinga chegou a ser interrompido em 28 de agosto e depois funcionou de forma precária, com escala reduzida e sob escolta policial, por quatro dias. Três ônibus foram atacados, sendo dois totalmente incendiados, além de uma série de ameaças para novos crimes colocaram medo na população pelas redes sociais.
 
Os ataques começaram após o controle de um princípio de rebelião no Ceresp de Ipatinga em 27 de agosto. Durante a confusão, um detento chegou a ficar ferido. Já a noite do mesmo dia, os presos chegaram a colocar fogo em uniformes e em uma das alas da unidade prisional. O incêndio foi contido, juntamente com o tumulto. A direção-geral do presídio instaurou um Procedimento Interno para apurar as responsabilidades pelo ocorrido.
 
Dentre as motivações para o início do tumulto está a superlotação da unidade e supostas agressões contra detentos. O diretor de segurança da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, João Batista Ferreira, foi convocado para assumir a direção geral do Ceresp de Ipatinga, com o afastamento do antigo diretor da unidade, Alexandre Rabelo, em função dos problemas na unidade.
 
Ônibus queimado em Ipatinga