Um vídeo gravado e publicado por um morador de Espírito Santo do Dourado, no Sul de Minas, na última semana, chamou a atenção para um fenômeno conhecido popularmente como "chuva" de aranhas. De acordo com um biólogo, a grande teia é construída pelos aracnídeos para facilitar a captura de insetos. 

Assista ao vídeo!

Por quê? O que fazer? 

Segundo o biólogo Juliano Augusto de Souza Silva, esse é um fenômeno natural e típico desse período do ano, caracterizado por clima quente e úmido. Nessa época, aumentam a proliferação de aranhas e de seus alimentos naturais - os insetos. 

Essa espécie, em específico, de acordo com Silva, tem como estratégia a criação de teias gigantes. Apesar da imagem assustar algumas pessoas, a recomendação é que não se intervenha na teia, tentando destrui-la. 

"É importante preservá-las. Não é necessário temê-las, pois não são venenosas para os humanos. Muito pelo contrário: elas ajudam a controlar a população de pernilongos e moscas", disse. 

Você sabia? 

De acordo com o professor, até em casa a teia de aranha é benéfica. "Por limpeza, é natural que queiramos limpar as teias em casa, pois aparentam sujeira. No entanto, se deixarmos uma ou duas, além de não fazerem mal, perceberemos que a quantidade de insetos voadores na sua casa será melhor controlada", afirmou.