Chuva provoca transbordamento de córregos e deixa moradores ilhados em Macacos

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
09/01/2022 às 16:57.
Atualizado em 10/01/2022 às 02:03
 (Reprodução Redes Sociais)

(Reprodução Redes Sociais)

O grande volume de chuvas na Região Metropolitana de Belo Horizonte provocou transbordamento de riachos no distrito de Macacos, em Nova Lima, neste domingo (9). Moradores registraram, em diversos vídeos, a força das águas que deixaram acessos submersos.

 A Defesa Civil de Nova Lima emitiu um boletim por volta das 14h30, em que afirma que a Estrada de Macacos, na rota Jardim de Petrópolis, está interditada nos dois sentidos na altura do Arvoredo.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais, moradores relatam medo de a estrutura não suportar o volume acumulado e não conseguirem sair da região. Uma ponte sobre um riacho na estrada para Campo do Costa ficou totalmente submersa. Em vídeo, o morador registrou o volume do leito do riacho que encobriu a ponte, tornando o acesso inviável.

Segundo o presidente da Associação Comunitária de Moradores, Marcelo Bonfanti, a comunidade tem três acessos. A principal é pela MG-0160, que sai na BR-040. O problema é que, com o excesso de chuva, a água que sai da barragem de contenção construída pela Vale para conter rejeitos das barragens B3 e B4, no caso de um eventual rompimento, provocou uma inundação da ponte e o acesso está prejudicado. 

Em outro vídeo, um morador registrou o transbordamento de outro riacho que encobriu a ponte que dá acesso à rodovia BR-040, próximo à portaria do condomínio Parque do Engenho. O volume de água era tamanho que encobriu parte das placas de sinalização.Reprodução Redes sociais / N/A

Ponte nas proximidades da portaria do condomínio Parque do Engenho ficou totalmente submersa

Em nota a Vale afirma que está monitorando todas as barragens em Minas e descarta riscos de rupturas ou transbordo nas estruturas em Macacos. "Na mina Mar Azul, em Macacos, as estruturas B6, B7, Capão da Serra e Taquaras possuem DCE positiva, a barragem 5 encontra-se em nível 1 de emergência e B3/B4 permanece em nível 3 de emergência. A ECJ também apresenta condições normais de operação", afirma em nota.

Outro acesso é pela Estrada velha do Capela, que sai em Nova Lima. O problema é que houve uma erosão na MG-030 e o acesso é restrito. 

E a única opção para BH é por uma estrada de terra, que é rota de fuga no caso de rompimento das barragens. A manutenção, segundo Bonfanti, que deveria ser feita pela mineradora, deixa a desejar e motoristas se arriscam a ficar atolados no barro e enfrentam muitos buracos, até conseguir chegar até o condomínio de Pasárgada e, de lá, seguirem para a capital. 

O prefeito de Nova Lima, João Marcelo (Cidadania), pediu para que a população evite sair de casa e ir aos locais críticos. Ainda de acordo com o prefeito, as rodovias MG-030 e BR-040 oferecem risco aos motoristas.

E, diante deste cenário, foi criado um comitê de gestão de crise com a participação dos secretários municipais e da Defesa Civil, que acompanha a situação em Matadouro, Macacos, Jardim Canadá, Vale do Sol e outros bairros com risco de deslizamento.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por