As fortes chuvas registradas em cidades do Sul de Minas, no período entre a noite dessa segunda-feira (10) e a manhã desta terça (11), causaram alagamentos e deixaram famílias desabrigadas naquela região. Segundo a Defesa Civil Estadual, a situação tem sido monitorada e ações iniciais já estão em andamento pelas coordenadorias municipais.

Em Campestre, a prefeitura da cidade informou que precisou cancelar as aulas na rede municipal devido à grande quantidade de chuva. As atividades devem retornar na segunda-feira (17). Segundo a administração pública, os bairros Borda e Posses foram os mais afetados e equipes de assistência social e engenharia estão à disposição da população.

Nessa cidade, pelo menos três famílias ficaram desabrigadas e, segundo o site Onda Sul, uma represa local transbordou, destruindo parte de uma estrada que dá acesso a bairros na área rural. A informação não foi confirmada pela Defesa Civil Estadual.

Em Poço Fundo, fotos que circulam nas redes sociais mostram diversas ruas alagadas no bairro São Benedito. Segundo a Defesa Civil municipal, quatro casas precisaram ser desocupadas. A principal preocupação no local está no monitoramento do nível dos rios, que já está acima do normal. 

Poço Fundo

Diversas ruas ficaram alagadas em Poço Fundo

Em Poços de Caldas, os moradores de um prédio precisaram ser retirados pelo Corpo de Bombeiros de seus apartamentos após um muro em construção ter cedido, comprometendo a estrutura. A Defesa Civil interditou a área.

Além dessas cidades, houve registros de alagamentos em Bandeira do Sul e Itajubá.

Leia mais:​
Tempestade que castigou São Paulo deixa Minas em alerta
Em apenas 11 dias, já choveu mais do que o esperado para todo o mês em 4 regiões de BH