Ciclistas de Belo Horizonte realizam neste sábado (25) um ato em homenagem a Luís Felipe Marques Silva. O jovem de 19 anos morreu atropelado quando andava de bicicleta na rua Póvoa de Varzim, no bairro Paquetá, na região da Pampulha. O acidente aconteceu na noite do último dia 11.

A concentração está marcada para às 16h, em frente à Igrejinha da Pampulha, na avenida Otacílio Negrão de Lima, 3000, na orla da Lagoa da Pampulha. A pedalada será finalizada no local do acidente, onde será instalada uma Ghost Bike em memória do ciclista. 

Conforme os organizadores, que não tem bicicleta, mas quer participar do ato, pode se deslocar diretamente ao ponto de encerramento da homenagem para participar da instalação da Ghost Bike.

Memorial

Ghost Bike é uma bicicleta branca instalada em locais de acidentes que resultam na morte de ciclistas. Este tipo de homenagem é realizada no mundo todo e alerta aos condutores para que tomem mais cuidado com as vidas que pedalam pelas ruas.

Atropelamento

O ciclista, que era soldado do exército, foi atingido por um Fiat Uno que fazia uma ultrapassagem em alta velocidade no momento do acidente. Com o impacto, a vítima foi arremessada contra um muro. Conforme o Boletim de Ocorrência, o motorista estava com sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. O condutor do veículo foi detido por embriaguez e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida. O documento do carro estava vencido e o veículo foi apreendido.