A Prefeitura de Ibiraci, no Sul de Minas, decretou medidas mais restritivas na cidade a partir desta quinta-feira (27) e estabeleceu toque de recolher, das 20h às 5h, e lei seca. As medidas são válidas até 10 de junho. Durante este período, somente os serviços essenciais poderão funcionar, desde que por delivery.

A determinação foi anunciada em meio ao número de casos de Covid-19 na localidade. Segundo o boletim epidemiológico da prefeitura, nesta quinta-feira (27) 40 pessoas foram diagnosticadas com a doença, somando 749 casos confirmados. Até o momento, 24 moradores morreram em decorrência da enfermidade.

Ainda de acordo com o decreto, também estão proibidos eventos culturais e festivos em salões de festas, edículas, chácaras, ranchos, buffets, clubes e congêneres. O serviço de transporte coletivo público no município foi suspenso.

O atendimento ao público nas unidades da prefeitura foi interrompido. Na área da saúde, apenas com agendamento com agendamento prévio.

Durante a vigência do decreto, apenas os serviços essenciais poderão funcionar, mas com as portas fechadas. Os clientes poderão receber os produtos por delivery. As medidas valem para supermercados, padarias, açougues, hortifrutis, distribuidoras de gás para uso domiciliar, restaurantes, lanchonetes, pet shops, casas agropecuárias, farmácias e drogarias. 

Estabelecimentos bancários e lotéricas também devem seguir as medidas do decreto e podem funcionar com 30% de sua capacidade de lotação.