Arsae-MG contrata consultoria para avaliar sistema de água e esgoto em 35 cidades mineiras

Da Redação*
30/09/2021 às 15:13.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:58
 (Leonardo Morais/Hoje em Dia)

(Leonardo Morais/Hoje em Dia)

A  Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas (Arsae-MG) assinou, nessa quarta-feira (29), um contrato com a empresa Houer Consultoria para analisar o sistema de água e esgoto de 35 cidades mineiras.

O contrato prevê a prestação de serviços especializados de apoio técnico para a execução das atividades de identificação e descrição das unidades operacionais dos sistemas de abastecimento de água (SAA) e de esgotamento sanitário (SES). A agência espera que a contratação garanta ainda mais agilidade e eficiência aos trabalhos já desenvolvidos, além de representar uma economia para os cofres públicos.

Os serviços devem ser iniciados em dez dias. O valor total do contrato é de R$ 497.770,00 e a duração é de 270 dias. A expectativa é que os trabalhos sejam otimizados.Leonardo Morais/Hoje em Dia / Leonardo Morais/Hoje em Dia

 A agência espera que a contratação garanta ainda mais agilidade e eficiência aos trabalhos já desenvolvidos

Estudos realizados pela Arsae-MG apontaram que o maior impacto no prazo de elaboração das respostas às demandas se deve aos deslocamentos (viagens) dos analistas para realizações de verificações em campo, logísticas de carros e diárias. A empresa atuará como uma extensão da agência, comparecendo presencialmente a esses municípios para levantamento das informações, com a elaboração de diagnósticos dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, com equipe, equipamentos próprios e emissão de documento técnico conforme metodologia desenvolvida pela Arsae-MG.

O coordenador da área operacional da Arsae-MG, Henrique Barcelos, detalha que haverá um treinamento das equipes. “Depois disso, a contratada terá 15 dias para nos enviar um cronograma, com as atividades previstas”, diz. 

Outro ponto ressaltado pelo coordenador se refere a escolha dos municípios (5,5% do total). “Foram escolhidos aqueles mais distantes, que não receberam fiscalização da agência e que contam com a operação de ambos os serviços (água e esgoto)”, explica.

Os 35 municípios que receberão as atividades são:

Berizal, Campo Florido, Capitão Eneas, Carneirinho, Chapada Gaúcha, Claro dos Poções, Cônego Marinho, Coronel Murta, Cuparaque, Dores do Indaiá, Engenheiro Navarro, Estrela do Indaiá, Francisco Dumont, Fronteira, Ibiaí, Ibiracatu, Indaiabira, José Gonçalves de Minas, Itabirinha, Lontra, Luislândia, Monte Formoso, Natércia, Nova Belém, Ouro Verde de Minas, Patis, Pedralva, Pedras de Maria da Cruz, Quartel Geral, São José do Jacuri, São Romão, Santo Antônio do Retiro, Serra da Saudade, União de Minas, Veredinha.

(*) Com informações da Agência Minas

Leia mais:

Ocorrências na rede elétrica causadas por queimadas quase dobram em 2021
Metade da população adulta de Minas Gerais completou o esquema de vacinação contra a Covid-19
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por