Quatro pessoas foram presas após assaltarem um policial militar e a família dele na BR-040 na noite desse domingo (14). Os suspeitos trocaram tiros com o militar e três pessoas ficaram feridas: o policial, uma mulher de 25 anos que estava com ele e um dos suspeitos.

Segundo o boletim de ocorrência, o militar, de 25 anos, voltava de Montes Claros, no Norte de Minas, após uma viagem com a família. Cinco pessoas viajavam em dois carros quando um dos veículos apresentou pane mecânica e eles pararam no acostamento na região do bairro Belvedere, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O policial contou que viu uma Kombi passando e entrando em uma estrada sem pavimentação ali perto. Pouco depois, dois homens armados apareceram e rederam as vítimas, roubando pertences como carteiras, celulares e joias.

No entanto, na hora da fuga, os suspeitos abriram fogo contra as vítimas e o policial revidou, disparando dez vezes contra os homens. Um deles foi atingido, mas conseguiu escapar em seguida com o comparsa. Vários objetos roubados foram deixados no chão. O militar, então, percebeu que a mulher que estava com ele foi atingida por um tiro nas costas e ele ficou ferido por um tiro que passou de raspão em seu abdômen.

A Polícia Militar, então, foi acionada e conseguiu encontrar quatro suspeitos fugindo em alta velocidade em uma via na região. Quando os homens desceram do carro, os agentes perceberam que um deles estava ferido e ele confirmou que havia sido por um tiro de arma de fogo.

O policial e a mulher foram atendidos no Hospital São Judas Tadeu. Já sobre o suspeito, a PM não soube informar como havia procedido o atendimento.

Os quatro homens encontrados fugindo no carro, de 19, 21, 29 e 36 anos, foram conduzidos à delegacia de plantão de Ribeirão das Neves. A Kombi foi localizada em um condomínio e levada para a perícia pela Polícia Civil.