As buscas pelo atleta francês Eric Welterlin, de 53 anos, que se perdeu na Serra da Mantiqueira, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo, continuam neste domingo (22). Os bombeiros conseguiram rastrear o relógio que o corredor utilizava quando saiu de casa.

Utilizando o número de série do objeto, o Corpo de Bombeiros verificou que em 2014 o atleta realizou o mesmo trajeto que fazia na última segunda (16), data em que desapareceu. 

Na ocasião, Eric desceu uma montanha no Pico dos Marins. A hipótese dos bombeiros é que o atleta tenha tentado repetir o mesmo caminho que fez há quatro anos. Nesta manhã, as equipes de resgate repetirão o trajeto gravado no relógio usado pelo corredor.

Participam da busca 43 agentes do Corpo de Bombeiros mineiro e das Polícias Militares de Minas Gerais e São Paulo, além de guias locais e familiares

Eric Welterlin mora em Itajubá, no Sul de Minas, e desapareceu na região do Pico dos Marins durante uma corrida. O atleta é casado com uma brasileira e ela teria dito aos militares que o marido foi visto pela última vez na segunda (16). O boletim de ocorrência e o comunicado aos bombeiros foi feito na quarta (18) à noite. As buscas começaram na quinta (19).

Leia mais:
Buscas por atleta francês perdido na Serra da Mantiqueira são retomadas
Atleta francês desaparece na Serra da Mantiqueira entre Minas e São Paulo