Chuvas de janeiro causaram mais de 700 problemas em rodovias de Minas

Da Redação*
portal@hojeemdia.com.br
26/01/2022 às 18:10.
Atualizado em 30/01/2022 às 01:06
 (DER-MG / Divulgação)

(DER-MG / Divulgação)

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) recebeu cerca de 704 ocorrências de danos em rodovias estaduais causados pelas chuvas intensas da primeira quinzena de janeiro.

Segundo o DER-MG, foram destinados R$ 113 milhões para os reparos necessários e 263 obras de recuperação já foram concluídas, 147 foram solucionadas parcialmente e 294 aguardam solução definitiva. 

Entre os principais danos identificados nas estradas, destaque para o excesso de água infiltrada, que provocou quedas de barreiras e erosões de pistas e taludes, além de danos em pontes e nos pavimentos.

Grande parte dos danos foi detectada em Janaúba e Salinas, no Norte do Estado; Jequitinhonha, na região Nordeste; Patos de Minas, no Noroeste; Ponte Nova, na Zona da Mata; e Coronel Fabriciano, no Vale do Aço. 

Principais trechos afetados, de acordo com o DER-MG, e o que está sendo feito:

MGC-354
No km 153, entre Patos de Minas e Presidente Olegário, no Alto Paranaíba, ocorreram dois rompimentos de aterro e a pista ficou interditada. Após levantamento topográfico, foi iniciada a construção de passagem provisória.

LMG-743
No trecho entre o km 80 e o 81, que liga Carmo do Paranaíba ao distrito de Quintinos, no Alto Paranaíba, o tráfego também está interrompido. A execução da obra de um desvio foi iniciada na última sexta-feira (21).

MG-262
No km 47, entre Mariana e Ponte Nova, na região Central, na última quarta-feira (19), o tráfego foi restabelecido por meio da construção de um desvio.  

MG-329
No km 107, no trecho que liga Rio Casca a Ponte Nova, na Zona da Mata, em dois dias de trabalho, as equipes conseguiram liberar o trânsito de veículos, restando, somente, concluir a pavimentação asfáltica.

MG-129
No km 162, que faz a ligação entre Ouro Preto e Ouro Branco, na região Central, houve queda de barreira e rompimento de aterro e o trecho ficou interditado. Agora, o tráfego flui em meia pista e os serviços definitivos já foram iniciados. 

MG-205
No km 91, no entroncamento da MG-105 (Joaíma) para Felisburgo, no Vale do Jequitinhonha, a água do Rio José Ferreira derrubou a cabeceira da ponte e o tráfego ficou interditado. O DER-MG recuperou, de forma provisória, um dos lados da ponte para os veículos passarem em meia pista e um projeto está sendo feito para refazer o curso do rio e recuperar o acesso às duas pistas.

LMG-686
No km 3,2, entre Machacalis e Umburatiba, no Vale do Jequitinhonha, houve rompimento total da pista, devido ao alto volume de água. Com um dia de trabalho foi executado um acesso, em meia pista, o que possibilitou o restabelecimento do tráfego. Os trabalhos definitivos estão em andamento e em 15 dias as duas pistas serão liberadas.

(*) Com Agência Minas.

Leia também:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por