Com a Basílica das Romarias repleta de fiéis, no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, tem início a primeira fase do processo de beatificação do monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro, mineiro de Caeté, padre da Arquidiocese de Belo Horizonte. 

O momento especial, celebrado neste sábado (15), Dia de Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas, emocionou fiéis e, de modo especial, as religiosas da Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade. 

Monsenhor Domingos foi o fundador da Congregação, no século 19, quando também estava à frente dos trabalhos de evangelização no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais.

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, destaca que monsenhor Domingos iniciou um caminho bonito de cuidado com os pobres, de compromisso com a educação, de proclamação da Palavra de Deus. 

N/A

Monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro descobriu sua vocação para o sacerdócio no século 18.

“É um ouro de Minas Gerais, nascido em Caeté, que indica para a Igreja do mundo inteiro que, aqui, percorremos o caminho da obediência da fé, na condição de discípulos e discípulas de Jesus”, disse.

Vocação 

Conhecido como Evangelista da Piedade, monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro descobriu sua vocação para o sacerdócio durante suas peregrinações ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, no século 18. 

Depois de ser ordenado padre, tornou-se guardião do Santuário e criou, aos pés da Serra da Piedade, o educandário que acolhia filhas de escravos.