Um teste com cinco sirenes instaladas no município de Congonhas, na região Central do Estado, para alerta em caso de rompimento da barragem da mina Casa de Pedra, da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), foi realizado no último sábado (16). A prefeitura considerou a simulação satisfatória e concluiu que todos os aparelhos tocaram como deveriam e que o som pôde ser ouvido de dentro e fora das casas e prédios da cidade. 

As sirenes foram instaladas para que os moradores possam ser informados em situações de emergência. Agora, uma simulação de evacuação do local deve ocorrer em um mês, em 29 de julho, segundo a administração municipal.

Durante a prova, as cinco sirenes tocaram simultaneamente e os moradores deveriam permanecer dentro de casa. O teste também verificou a efetividade de um carro com sinalização de alerta e mensagem de voz destinada a quem vive no município e outros dois equipamentos reserva. 

Conforme a prefeitura, foi constatado que o som dos alertas ofuscou a mensagem de voz reproduzida nas ruas da cidade. Agentes de órgãos públicos e da CSN se distribuíram pelo município para tranquilizar e orientar os moradores. Eles também aplicaram formulários e fizeram pesquisas de opinião. 

Os procedimentos da construção do plano de contingência são acompanhados pela prefeitura. Também participaram da simulação membros da Defesa Civil de Minas Gerais, da Defesa Civil de Jeceaba, do Corpo de Bombeiros, do Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), da Guarda Municipal de Congonhas e da Associação de Moradores do Residencial.