O sistema de estacionamento rotativo digital que foi regulamentado pela prefeitura de Belo Horizonte no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (21) deve ser disponibilizado para os motoristas da capital no início da próxima semana.

O Hoje em Dia teve acesso, em primeira mão, ao aplicativo “Meu Rotativo” que já está pronto para ser lançado oficialmente. No vídeo abaixo, o diretor-presidente da empresa Digipark, Leandro Nogueira, explica o passo a passo para que os motoristas precisarão seguir para se cadastrarem e utilizarem a ferramenta.

Ele relata que os trabalhos para criação do app começaram em dezembro do ano passado e todas as etapas de testes e homologações já foram cumpridas. “Utilizamos a integração em blockchain, que é a tecnologia das moedas digitais,  ou seja, o que há de mais seguro na internet. É um sistema totalmente protegido contra fraudes”, garante.

Melhorias

Nogueira explica ainda que a implantação do aplicativo não vai alterar em nada a rotina de pessoas que não possuem smartphones ou têm pouca habilidade com equipamentos digitais.

Segundo ele, mesmo os motoristas avessos à tecnologia poderão comprar o ticket pelas bancas, já que os donos desses estabelecimentos serão credenciados e poderão fazer a revenda. “Em outras cidades isso até melhorou a arrecadação das bancas”, acrescenta.

Outro ponto favorável, segundo o empresário, é o fim dos erros de preenchimento que acontecem com frequência nos talões de papel, gerando multas. “As pessoas podiam preencher data errada, por exemplo. Hoje, o app já abre a data e o horário certos e ainda avisa o usuário quando o tempo está acabando”, explica.

Georreferenciamento

Apesar de todos os avanços trazidos com a nova ferramenta, os motoristas ainda poderão fazer, no aplicativo, o que seria equivalente à troca de um ticket de papel vencido por um ticket novo, e assim permanecer na vaga ao invés de liberar o espaço para outro condutor.

Para que a prática seja impedida, o aplicativo precisará contar com a tecnologia de georreferenciamento. Segundo Nogueira, isso só estará disponível em um segundo momento, ainda sem previsão.

A BHTrans foi procurada pela reportagem mas informou apenas que “todas as informações sobre o rotativo digital serão divulgadas no lançamento do serviço, que será realizado em breve por meio de uma coletiva”.