A Defesa Civil vai receber 497 kits com equipamentos para estruturação de 18 regionais (Redec) e 479 coordenadorias municipais (Compdec). A entrega será realizada pelo Governo de Minas e a previsão é que ocorra até outubro. Os kits são compostos por: uma caminhonete 4x4, um notebook, cinco coletes reflexivos e uma trena digital. As cidades contempladas devem ser divulgadas em setembro.

O objetivo é estruturar os municípios e garantir melhor atendimento em emergências, como inundações e outras situações adversas.

Caminhonetes

Os 497 kits são compostos por: uma caminhonete 4x4, um notebook, cinco coletes reflexivos e uma trena digital

Termo

A compra dos veículos e dos demais produtos está sendo feita com recursos provenientes de Termo de Compromisso específico (TAC Defesa Civil), celebrado em novembro de 2020 e incorporado pelo Termo de Medidas para Reparação Integral dos danos causados pelo rompimento das barragens B-I, B-IV e B-IVA na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, em janeiro de 2019. 

O Termo de Reparação foi assinado em fevereiro deste ano pelos compromitentes Estado de Minas Gerais, Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) e Ministério Público Federal (MPF) e a compromissária Vale S.A., e homologado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Processo

No último dia 10, chegou ao fim a primeira fase do Edital de Chamamento Público nº 01/2021, que estabeleceu critérios técnicos para a estruturação das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil em Minas. No total, 534 municípios apresentaram documentação para participar do processo e comprovar o preenchimento dos requisitos constantes do edital. 

O material foi conferido e analisado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), que fez a seleção e a classificação dos municípios. O resultado, com as 479 cidades que obtiveram maior pontuação, deve ser divulgado em setembro.  

Parte do material que será destinado aos municípios e regionais de defesa civil mineiras já chegou. São 200 caminhonetes, notebooks e trenas digitais.

Histórico

O rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, provocou a morte de 270 pessoas, entre elas duas grávidas. Dez "joias", como os parentes e amigos se referem às vítimas, ainda são procuradas na área do desastre pelo Corpo de Bombeiros.

(*) Com informações da Agência Minas

Leia mais:
Salários do Estado serão pagos em novo banco e servidor pode antecipar abertura de conta
Corrente do bem: instituições realizam projetos de amparo às pessoas carentes; saiba como ajudar