O Dia dos Avós, celebrado nesta segunda-feira (26), foi diferente para alguns idosos em recuperação da Covid-19 no Hospital Paulo de Tarso, localizado no bairro São Francisco, região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Sem poder receber visitas e longe do conforto de casa, os pacientes enfrentam dias marcados pela solidão e saudade dos familiares, o que causa grandes impactos no emocional deles, como explica a psicóloga da instituição, Gisele Dornelas. 

Para diminuir esse quadro, seguindo todos os protocolos de saúde, o hospital autorizou que três idosos pudessem receber a visita dos netos. Foi o caso de Miguel Domingos de Santos, de 63 anos.

Há 32 dias ele está internado no Paulo de Tarso para a reabilitação pós-Covid, depois de ter desenvolvido a forma gravíssima da doença. Devido a internação em outra unidade de saúde, já são 126 dias sem ver as netas Joana e Sofia, de 6 anos. 

Durante as consultas com a psicóloga, Miguel chegava a chorar de saudades ao falar das crianças. Além disso, se apresentava com o humor deprimido e ansioso com a alta hospitalar. O que mudou nesta tarde com a visita emocionante e inesperada das netas. Veja o momento:

“Ele ficou muito feliz, acredito que terá motivação para encarar o restante dos dias de internação”, avaliou Gisele, acrescentando que “isso é fundamental para a efetivação da reabilitação tanto física quanto psicológica de Miguel''.

9ac11be7-c51e-414a-94fd-7df3ded34d79.jpg

Miguel ao lado das netas Sofia e Joana, de 6 anos

Esposa de Miguel, Maria Benedita Viana Lima, de 62 anos, teve que segurar as lágrimas para não chorar no momento da visita. "Ele é muito apegado nas netas. A visita deu uma animada nele, e ele está todo feliz", comemorou.

Ilza Terezinha Ramos Silva, de 77, também foi contemplada com a visita dos netos Daniel, de 18 anos e Gabriela, 19. Ela está hospitalizada na instituição para se recuperar de um aneurisma que sofreu em 24 de abril. 

"Os poucos minutos deram para aliviar a saudade que ela estava sentindo dos netos", relata a filha da dona Ilza, Glauciene. Ela ainda diz que a mãe ficou muito agradecida e satisfeita com a visita.

N/A

Dona Ilza e seus netos Gabriela e Daniel

Para escolher quem receberia a visita, a psicóloga da instituição analisou demandas dos idosos como tempo de internação, vínculo afetivo e o quadro de ansiedade que os pacientes apresentavam durante a internação.

Veja mais fotos do encontro emocionante de Miguel com as netas:

Leia mais:
Ministérios da Saúde e da Educação elaboram protocolo de retorno seguro às aulas em todo país