Ex-vereador e sargento reformado de Muriaé se entrega à polícia após matar esposa a tiros

Vivian Chagas (*)
@vivisccp| Especial para o Hoje em Dia
10/12/2021 às 11:42.
Atualizado em 14/12/2021 às 00:37
 (Reprodução/Redes Sociais)

(Reprodução/Redes Sociais)

O corpo de Priscila Silva Dala Paula Azevedo, de 26 anos, morta pelo marido em Muriaé, na Zona da Mata, foi enterrado na tarde de quinta-feira (9), no Cemitério Municipal da cidade. O velório ocorreu em uma igreja católica no Distrito de Vermelho. O casal tem um filho de 1 ano e 10 meses, que ficou com a avó materna.

A jovem, que foi brutalmente assassinada com dois tiros na cabeça, foi encontrada morta pela Polícia Civil na última quarta-feira (8), após o marido dela, um policial militar reformado e ex-vereador da cidade, de 51 anos, ter se entregado aos policiais e confessado o crime. 

O homem segue preso e as investigações em andamento.

Crime 

A mulher, que era personal trainer, foi morta pelo próprio marido na residência do casal. No dia seguinte, junto com o advogado, o militar reformado confessou o crime na delegacia e entregou uma pistola, de calibre 380, com a qual teria cometido o homicídio. 

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por