A siderúrgica Gerdau, maior produtora de aço do país, acaba de ampliar, em Minas, um dos principais programas de entrada na empresa, o Pertencer. Serão oferecidas 100 vagas exclusivas para pessoas com deficiência no curso que prevê a qualificação na área de processos siderúrgicos na usina de Ouro Branco.

Em parceria com o Senai e o IEL, a empresa formará, a partir de maio, quatro turmas de até 25 alunos. O projeto de formação industrial tem duração de 10 meses, incluindo partes teórica e prática. Após esse período, há possibilidade de efetivação dos candidatos, a depender do desempenho alcançado e disponibilidade de vagas.

Gerdau

As inscrições estão abertas até o dia 11 de abril 

Para participar, é necessário ter mais de 18 anos, possuir formação completa no ensino médio e ser residente dos municípios de Ouro Branco, Congonhas ou Conselheiro Lafaiete. No momento da inscrição, também é preciso apresentar laudo médico (CID - Classificação Internacional de Doenças) e ter disponibilidade para treinamento em formato híbrido (presencial e on-line) no período de 8h por dia.

Os admitidos, além do salário, transporte e alimentação terão plano de saúde, plano odontológico, plano farmácia, seguro de vida, entre outros. Os interessados poderão se inscrever até o dia 11 de abril neste link.

Leia mais:
Ensino superior: inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira
BDMG abre inscrições para vagas de estágio em BH; confira lista