Dois homens, de 26 e 39 anos, e uma mulher, de 29 anos, foram baleados na manhã desta segunda-feira (9), na rua Popular, próximo a um beco do aglomerado Pedreira Prado Lopes, no bairro Aparecida, na região Noroeste de Belo Horizonte. A suspeita é que um dos homens atingidos foi alvo de um acerto de contas por dívidas de drogas. Os outros feridos seriam vítimas de bala perdida. As três pessoas atingidas foram levadas para o hospital Odilon Behrens.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o homem de 26 anos foi internado em estado grave e passa por cirurgia nesta tarde. A mulher de 29 anos, atingida na perna direita, e o homem de 39 anos, que recebeu quatro tiros, um na mão esquerda e três na perna esquerda, têm quadro de saúde estável e permanecem internados.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o homem de 39 anos correu até a estação Odilon Behrens do Move, na avenida Antônio Carlos, e entrou em um ônibus da linha 51, no sentido Centro da capital. Na estação seguinte, Senai da Lagoinha, o homem desembarcou e foi amparado por agentes da Guarda Municipal de BH (GMBH) e levado pela viatura da corporação ao hospital.

Ainda de acordo com a PM, o vigilante da estação Odilon Behrens do Move informou que a vítima entrou na estação gritando por socorro e ao avistar os homens que o perseguiam deitou-se no chão na tentativa de se esconder, e em seguida entrou no coletivo.

Segundo a PM, o vigilante da estação confirmou que viu cinco homens sem camisa, um deles com uma arma de fogo na mão, correndo pela avenida Antônio Carlos em perseguição à vítima.

A Polícia Militar informou ainda que não tem a confirmação de quem era o principal alvo dos tiros e também não soube informar como o outro homem atingido e a mulher chegaram ao hospital, já que quando os militares chegaram ao local os feridos estavam passando por procedimentos médicos e não foram interrogados.

Ainda segundo a PM, por se tratar de fato acontecido nas proximidades de aglomerado, os populares e testemunhas não se manifestam e não comentam nada sobre o caso, o que dificulta a obtenção de informações.

O Boletim de Ocorrência foi encerrado pelos militares e o caso encaminhado para ser investigado pela Polícia Civil na 4ª Delegacia Regional Noroeste.

Leia mais:
Corpo carbonizado é encontrado às margens da BR-040, em Esmeraldas
Seis detentos tentam fugir da penitenciária Nelson Hungria
Mulher é suspeita de matar o companheiro a facadas em Betim