Um homem de 24 anos foi preso, nesta segunda-feira (2), suspeito de matar a namorada dele a pauladas na Vila Navegantes, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na delegacia, o rapaz disse que se excedeu ao "corrigi-la" porque a viu em um bar na noite de domingo (1º). Ela foi morta no meio da rua

O corpo de Josilaine Ferreira, de 33 anos, está no Instituto Médico Legal (IML) de Betim, com o rosto parcialmente esmagado. Segundo a Polícia Militar, foram os vizinhos que denunciaram o crime, pois presenciaram a discussão entre o suspeito e a vítima dentro do bar. O homem foi encontrado na casa da mãe dele.

A mãe do rapaz autorizou a entrada da PM na casa, mas o suspeito fugiu pelo telhado. Ela disse aos policiais que o filho havia passado o domingo bebendo pinga em um bar e que chegou em casa dizendo que tinha dado um corretivo na companheira. Conforme a polícia, a mãe disse que não se preocupou, pois o casal vivia brigando por uso de drogas.

Quando a PM chegou foi que a mulher disse que entendeu a gravidade do que tinha acontecido.

Após ser perseguido, o suspeito foi preso e levado para a Delegacia de Plantão de Betim. Primeiro, ele negou o crime, mas ao ser confrontado, confirmou que havia se "excedido ao corrigir" a companheira.

Segundo a Polícia Civil, o homem já se encontra a disposição da Justiça. Ele responderá por feminicídio duplamente qualificado por motivo torpe e por impedir a defesa da vítima.

Leia Mais:
Dona de salão é morta a facadas no centro de BH; companheira dela também foi esfaqueada
Enteado de caseiro e três comparsas fazem família refém em sítio em Betim
Mulher que queria se separar é assassinada em Contagem; bebê de 3 meses estava perto da vítima