Um jovem de 20 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) nesta quinta-feira (14) em Planura, interior de Minas, suspeito de manter um namoro e relações sexuais com uma menina de 11 anos, com consentimento da mãe da garota.

De acordo com relato da menor aos militares, ela manteve relações sexuais consentidas com o rapaz por diversas vezes ao longo dos últimos três meses.

Ainda segundo ela, a mãe passa o dia todo fora de casa para trabalhar, sabia do relacionamento e nunca proibiu. Também, nunca havia orientado sobre o uso de preservativos. 

A ocorrência teve início quando os militares foram acionados a comparecer na casa do jovem, onde ele teria sido agredido fisicamente pelos irmãos da menor. 

De acordo com a vítima, os irmãos também ficam em casa sozinhos durante o dia enquanto a mãe trabalha. Em certa ocasião, um deles se escondeu atrás da porta e presenciou uma relação sexual entre a menina e o namorado. Após o flagra, o irmão disse que procuraria o rapaz para matá-lo.

O suspeito que foi levado para a 3ª Delegacia de Frutal deve responder pelo crime de estupro de vulnerável. O menor, autor das agressões contra o jovem, também foi localizado e apreendido. O Conselho Tutelar foi acionado para cuidar do caso.

Ainda não há informações se a mãe também será indiciada.

Estupro de vulnerável

Mesmo com consentimento, a prática sexual com pessoa menor de 14 anos é considerada crime de estupro de vulnerável. O ato está classificado no artigo 217-A do Código Penal brasileiro. A pena prevista na lei é de reclusão de 8 a 15 anos.

Leia mais:
Açougueiro mata ex-colega de trabalho a facadas na porta do estabelecimento no Centro de BH
Abatedouro clandestino de suínos é interditado em Catas Altas
Pai infarta e morre ao saber que filho levou tiro na boca, em Barão de Cocais