Mais de 50% dos mineiros adultos estão imunizados com as duas doses ou dose única da vacina que combate o coronavírus.

A marca foi um dos destaques divulgados pelo secretário de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, nesta quinta-feira (30), durante a apresentação semanal do Comitê Extraordinário Covid-19, grupo de acompanhamento da pandemia.

Minas Consciente

O avanço da vacinação no estado segue refletindo na diminuição da pressão sobre a rede assistencial

“Fechamos setembro com esse dado importante e lembramos que o Governo do Estado recebeu no prazo previsto as vacinas em quantidades suficientes para que todos fossem imunizados com ao menos uma dose. A campanha continua e, graças a esse avanço, estamos conseguindo diminuir a intensidade da doença”, destacou o secretário.

Reflexos na rede assistencial

O avanço da vacinação no estado segue refletindo na diminuição da pressão sobre a rede assistencial.

As solicitações de internações por Covid tiveram queda de 30% em quatro semanas. No Vale do Aço, Centro-Sul e Jequitinhonha as reduções foram superiores a 50%.

“ As internações são um retrato fiel do avanço ou retrocesso da Covid no estado. Esses números em quedas constantes confirmam a eficácia da vacinação”, enfatizou Baccheretti.

Onda verde permanece em todo o estado

Todas as 14 macrorregiões de Saúde foram autorizadas a continuar na fase mais flexível do plano Minas Consciente, criado para a retomada segura e gradual das atividades econômicas.

“O Leste e o Noroeste eram nosso foco de atenção, mas as duas áreas não apresentaram uma piora no cenário e provavelmente estavam com dados represados. Hoje, há poucas oscilações negativas em relação aos indicadores da pandemia”, afirmou o secretário.

Ele enfatizou, no entanto, que os cuidados sanitários, como uso de máscara e higienização das mãos, devem ser mantidos pela população.

(*) Com informações da Agência Minas

Leia mais:
Bolsonaro, com arma de brinquedo na mão em BH: ‘quando era moleque, brincava disso’
Em BH, Bolsonaro critica passaporte da vacina: ‘não somos negacionistas, somos democratas'