Um novo balanço das buscas em Brumadinho foi divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais nesta quarta-feira (17) e atualizou de 229 para 230 o número de mortos no rompimento da barragem da Mina de Córrego do Feijão, da Vale, em janeiro deste ano. O óbito foi confirmado e o corpo foi identificado, diminuindo de 48 para 47 o número de desaparecidos após a tragédia.

As buscas pelos desaparecidos pelo Corpo de Bombeiros entrou, nesta quarta-feira, no 83º dia. Na operação do dia estão empenhados 138 bombeiros militares, divididos em 21 frentes de trabalho. Os militares contam, ainda, com o auxílio de 81 máquinas pesadas.

Os focos das buscas nesta quarta, que começaram às 6h, são o pátio de locomotivas; o chamado Remanso 3, onde foram encontrados destroços do armazém, uma espécie de almoxarifado que ficava 3,5km acima de onde foi localizado, e escavações pontuais em locais identificados pelo serviço de inteligência.

Ainda nesta quarta-feira, os militares que atuam no local também vão passar por uma coleta de sangue para exames regulares de acompanhamento de saúde.