Igrejas católicas de 28 municípios, integrantes da Arquidiocese de Belo Horizonte, realizarão missas de sétimo dia em memória das vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho nesta quinta-feira (31). A instrução é um pedido do arcebispo metropolitano dom Walmor, que vai estar à frente da celebração na cidade onde aconteceu o desastre.

A missa em Brumadinho será realizada às 19h30 na Igreja Matriz de São Sebastião, no Centro, e cocelebrada por dom Vicente Ferreira e pelo pároco da paróquia em Brumadinho, padre Renê Lopes.

De acordo com a arquidiocese, o pedido para que todas as paróquias realizem missas de sétimo dia serve para que muitos fiéis, de lugares diferentes, possam participar das celebrações em memórias das vítimas.

Além das missas, a arquidiocese ainda destaca o trabalho de bispos, padres, diáconos e evangelizadores que foram enviados a Brumadinho para levar conforto a lares que enfrentam o luto. A ação solidária começou logo na sexta-feira (25), quando o desastre aconteceu, e os voluntários trabalham ainda presidindo orações em velórios e consolando aqueles que ainda não receberam informações de familiares desaparecidos.

"Ressaltamos que a Igreja continua ao lado dos que sofrem as dores desta tragédia, oferecendo amparo espiritual, emocional e material aos que sofrem", afirmou a arquidiocese, em nota.

Leia mais:
'Desejo expressar meus sentimentos de pesar', lamenta papa Francisco sobre tragédia em Brumadinho
Durante missa em Brumadinho, dom Walmor pede mais responsabilidade das mineradoras e menos ganância