Ônibus fretados levarão profissionais da saúde, funcionários de hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da capital até o trabalho neste domingo (27). Devido à greve dos caminhoneiros, a prefeitura decidiu suspender esse tipo de transporte em Belo Horizonte até segunda-feira (28). 

A BHTrans garante que haverão cinco linhas de ônibus especiais, fretados, que farão quatro viagens pela manhã e quatro à tarde para atender os principais corredores de tráfego da cidade e a área hospitalar. No entanto, eles são destinados somente aos trabalhadores da saúde que precisam chegar até o local de trabalho no município

As informações sobre pontos de embarque no transporte especial serão repassadas diretamente aos funcionários das UPAs e dos hospitais. Para a população, o metrô e os ônibus metropolitanos estão operando.

Só em casos graves

Como não será oferecido transporte público rodoviário, a Secretaria Municipal de Saúde orienta moradores da capital a procurarem serviços de urgência e emergência somente em casos de risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.