A Polícia Militar (PM) prendeu dois suspeitos de tráfico de drogas, uma mulher, de 27 anos, e um homem, de 28, com 300 gramas de crack e 30 kg maconha, no bairro Jardim das Palmeiras, em Várzea da Palma, no Norte de Minas, na noite do último sábado (20). A droga estava escondida em uma casa e era utilizada para abastecer as bocas de fumo da cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, a PM recebeu denúncias anônimas dizendo que as substâncias eram guardadas na residência da mulher. Ao chegarem ao local, os militares viram um homem deixando a casa e o abordaram. Ele carregava uma substância amarelada, semelhante a crack, que poderia ser dividida em 20 porções. O suspeito seria o "gerente" das bocas do município, e estaria levando a droga para venda.  

Em seguida, os policiais fizeram busca no imóvel e encontraram, dentro de uma caixa de sapato, uma sacola com pedaços de crack, uma porção de cocaína e barras de maconha, além de embalagens para guardar o entorpecente. O dinheiro do tráfico estava escondido dentro de um urso de pelúcia, que era guardado embaixo da cama da suspeita. No objeto havia cerca de R$ 4,7 mil. 

Uma lata com pinos vazios, utilizados para armazenar cocaína, também foi apreendida na cozinha. Os militares acharam também dois cadernos de contabilidade, com nomes e valores de cada substância, e números de telefone escondidos dentro de uma boneca de pano. No sutiã da mulher havia ainda celular e dinheiro. Os dois suspeitos foram presos e a ocorrência foi encaminhada para a delegacia de Pirapora.