Uma tecnologia lançada nesta segunda-feira (13) pelo app de mobilidade 99 vai adicionar o reconhecimento facial entre os protocolos de segurança a serem seguidos pelos motoristas que dirigem pela plataforma. 

A ferramenta, de acordo com a empresa, vem sendo testada desde outubro do ano passado e, agora, já está inserida nos aplicativos de todos os condutores. Com inspeções periódicas em dias aleatórios, a tecnologia vai pedir que o motorista aponte a câmera para o próprio rosto de forma que ele se encaixe em um círculo marcado na tela. Após alguns segundos, a verificação é realizada e, em caso de correspondência com os dados registrados no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o condutor poderá seguir o trabalho. Caso não seja aprovado, ele poderá regularizar a situação pedindo a revisão pelo app.

Segundo a 99, a medida visa estabelecer modelos de redundância que dão proteção adicional aos usuários. Isso significa que, além das análises de documentos que a empresa já executa, outra camada de conferência será adicionada. "A segurança de passageiros e motoristas é a nossa prioridade", diz Lívia Pozzi, líder de segurança em operações da 99. "O reconhecimento facial se junta agora às demais ferramentas de proteção para os usuários, como as câmeras embarcadas e o botão de emergência."

A tecnologia foi desenvolvida através do trabalho conjunto de engenheiros e programadores do Brasil, Estados Unidos e da China. Além do processo com todos os condutores, a ferramenta atua junto com a inteligência artificial da 99, que pode identificar padrões de uso dos motoristas e solicitar checagens adicionais, caso necessário. Verificações randômicas também são realizadas.