Depois da Justiça derrubar a liminar que permitia a venda de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes da capital mineira, agentes da Subsecretaria de Fiscalização (Sufis) da Prefeitura de BH vão intensificar a fiscalização aos estabelecimentos.

Conforme informou o executivo municipal neste domingo (13), de sexta-feira até a manhã de hoje, quatro bares foram interditados por descumprirem os decretos e normas de funcionamento durante a pandemia do novo coronavírus. No período, nenhuma multa foi aplicada.

De acordo com a PBH, um total de 600 agentes da Sufis fazem a fiscalização diária em bares e restaurantes da metrópole. Guardas municipais também estão sendo deslocados para autuar os estabelecimentos que descumprirem os protocolos sanitários. 

Festas clandestinas

Festas clandestinas também são focos da fiscalização. As equipes volantes são compostas por fiscais, agentes de campo e guardas municipais.

A prefeitura informou que 194 estabelecimentos já foram fechados pelos fiscais desde o dia 19 de março. Quase seis mil vistorias foram realizadas neste período e 24 multas foram aplicadas pelo descumprimento das normas sanitárias. 

Leia também:
Disputa cara por clientes: shoppings de BH vão sortear de carro de luxo a vale-compras de R$ 100 mil
Caixa inicia neste domingo pagamento do último ciclo do auxílio emergencial
Justiça derruba liminar que autorizava consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes de BH