A fase 1 de reabertura do comércio de Belo Horizonte já terá todos os estabelecimentos varejistas e atacadistas, salões de beleza, shoppings centers e galerias de lojas em funcionamento. O plano de flexibilização foi divulgado pela prefeitura na tarde desta sexta-feira (31).

A retomada, no entanto, só será possível quando todos os indicadores da Covid-19 na cidade estiverem no nível verde ou com apenas um deles em amarelo e o restante verde. Ainda não se sabe quando isso deve acontecer, pois a taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva exclusiva para esses pacientes precisa chegar a 70% - atualmente está em 87,7%. Os outros dois indicadores são taxa de transmissão e ocupação de leitos de enfermaria para Covid.

Na primeira etapa de reabertura, as lojas de rua poderão atender ao público de terça a sexta-feira, das 11h às 19h. Já os shoppings, das 12h às 20h.

Porém, nos malls, a praça de alimentação só será permitida no sistema de retirada.

Segunda etapa

A segunda etapa da retomada abrange bares, restaurantes e lanchonetes, que poderão abrir as portas de segunda a quinta-feira para almoço, das 11h às 15h, sem venda de bebida alcoólica. Na sexta-feira, os estabelecimentos poderão funcionar de 11h às 22h, com venda de bebidas a partir das 17h. Aos sábados e domingos, poderão funcionar até 22h.

Ainda nesta fase, as praças de alimentação poderão funcionar de terça a quinta-feira, das 11h às 17h. Na sexta, quando bebida alcoólica poderá ser comercializada a partir das 17h, a liberação vai até às 20h.

A etapa três prevê reabertura de academias, clubes, clínicas de estética e eventos como exposições, congressos e seminários.

Outros segmentos, como escolas e casas de shows, ainda estão em estudo.

Leia mais:

Comércio de BH espera reabertura antes do Dia dos Pais; flexibilização pode ser anunciada hoje
Shoppings de BH demitiram cerca de 70% dos funcionários desde o início da pandemia