Um professor de um cursinho de Belo Horizonte foi denunciado na noite dessa sexta-feira (14) por disparar uma arma em sala de aula durante uma demonstração.

A ocorrência, gravada em vídeo na última quinta-feira (13) no curso Prolabore, foi levada à Polícia Militar através de uma denúncia anônima, que deslocou militares para averiguar o caso na sede do cursinho, que fica no bairro Barro Preto, na região Centro-Sul da capital. No local, os policiais confirmaram que se tratava de uma bala de treinamento, que não oferecia nenhum risco à integridade física dos alunos.

De acordo com a PM, o coordenador do cursinho foi ouvido e afirmou não estar surpreso com a denúncia, já que, segundo ele, há um movimento de cerca de cinco alunos para transfeirir o professor em questão. O coordenador ainda afirmou que a aula acontece todos os anos e faz parte de uma rotina demonstrativa de uma aula de medicina. À PM, ele afirmou que todas as medidas de segurança foram observadas.

O professor, que também é perito da Polícia Civil, contou à PM que ministra a disciplina há 13 anos e sempre há o momento da demonstração com o tiro, mas sempre com balas de festim.

A PM classificou a denúncia como inoportuna e desnecessária, afirmando que ficou clara a única intenção de prejudicar o professor.

O cursinho Prolabore divulgou um vídeo em uma rede social no qual o professor comenta o caso e explica o que aconteceu. Assista: