Sete detentos fugiram do pavilhão seis do Complexo Penitenciário Nelson Hungria, unidade de segurança máxima, localizada no bairro Nova Contagem, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada do sábado (8).

A ausência dos encarcerados foi percebida apenas na manhã do mesmo dia, quando o segurança penitenciário, ao executar a chamada nominal, constatou que as celas 16, 22, 27, 28, 67, 70 e 73 estavam serradas e vazias. Para fugirem, os dententos usaram “teresas” - cordas feitas de lençóis - para pularem o muro.

Os foragidos, na maioria presos em flagrante, com exceção de um deles, por crimes como roubo à mão armada, tentativa de furto, dano e homicídio.

Procurada pela reportagem do Hoje em Dia, a Secretaria de Administração Prisional de Minas Gerais (SEAP) disse que “unidade já abriu uma investigação preliminar para apurar o fato”.

A última fuga consumada da penitenciária havia ocorrido em 26 de abril deste ano, porém várias tentativas se seguiram nos sete meses até o caso bem sucedido da madrugada de dezembro.

Leia também:
Presos fazem corda de lençol para fugir da Nelson Hungria
Vídeo mostra tentativa de fuga na Nelson Hungria
Agentes flagram oito presos em tentativa de fuga na Nelson Hungria