A Vale diminuiu o nível de emergência da barragem Sul Inferior, na mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, na região Central de Minas. O anúncio foi feito nessa sexta-feira (18) e reduz do nível de emergência de 2, anomalia não controlada, para o 1, considerado o mais seguro na classificação do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (Paebm).

Conforme a mineradora, a mudança, que significa um aumento da segurança e estabilidade da estrutura, foi protocolada junto à Agência Nacional de Mineração (ANM) e no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), “conforme diretrizes estabelecidas no Paebm e na legislação específica sobre o assunto”.

Mesmo com a redução do nível de emergência, as famílias que foram removidas de suas moradias pelo risco de rompimento da barragem ainda não podem voltar para casa, mas por conta de uma outra barragem do complexo – a Sul Superior – que ainda permanece no nível 3 de classificação desde março de 2019.

As famílias da chamada Zona de Autossalvamento (ZAS) que foram removidas, segundo a Vale, permanecerão realocadas preventivamente até que seja concluído o processo de descaracterização da Sul Superior.

Leia também:
MPMG cobra ampliação de protocolos para retorno às aulas presenciais de demais alunos
'Caso de política': assim como a pandemia, vacinas passam a ser objeto de disputa eleitoral
Senacom abre inscrições para cursos sobre direito do consumidor; veja como participar