Quase três meses após evacuação de famílias moradoras da comunidade de Macacos, em Nova Lima, na Grande BH, por risco de rompimento da barragem da mina Mar Azul, a Vale entregou uma estrutura provisória para receber alunos da escola que ficava na região. O imóvel foi entregue nesta quinta-feira (9).

O prédio original da Escola Municipal Rubem Costa Lima foi fechado por ficar na Zona de Autossalvamento (ZAS), área que foi completamente evacuada no dia 16 de fevereiro após o nível de estabilidade da barragem B3/B4 da mina Mar Azul ser elevado ao 2, que significa alto risco de rompimento da estrutura. O novo prédio da escola está fora dos limites da ZAS e fica em um terreno do Instituto Kairós, ainda dentro da comunidade de Macacos. Ao todo, 194 crianças entre 4 e 11 anos serão realocadas para a sede provisória.

De acordo com a Vale, a nova estrutura construída com painéis estruturais termoisolantes - material que dificulta as trocas térmicas entre ambientes externos e internos - conta com quatro salas de aula para o ensino fundamental, duas salas para atender às crianças da creche, além do berçário. O espaço conta também com sala de professores e supervisores, diretoria, cozinha e refeitório, e foi equipada ainda com biblioteca, brinquedoteca e recursos de informática.

Apesar de o imóvel entregue nesta quinta-feira ser provisório, os alunos não vão voltar a estudar na antiga sede. A nova estrutura definitiva deve começar a ser construída nos próximos dias e vai ser instalada no bairro Capela Velha, em um terreno da Prefeitura de Nova Lima. O novo local foi escolhido após um acordo a comunidade de Macacos e a Comissão de Mães de Alunos de Macacos. A entrega da nova sede está prevista para janeiro de 2020.