Após três dias de funcionamento, a maioria das lojas de comércio não essencial volta a fechar as portas neste sábado (15). A restrição também vale para shoppings e galerias. Os estabelecimentos só poderão receber a clientela na próxima quarta-feira.

Um decreto da Prefeitura de Belo Horizonte determina as medidasm razão da pandemia de Covid-19. Já os serviços de cabeleireiros, manicures e pedicures têm autorização para funcionar neste sábado, das 9h às 17h.

Comerciantes que insistirem em burlar o decreto poderão ser punidos. Agentes da Guarda Municipal têm atuado em toda a cidade. Desde o dia 24 de março, foram realizadas 5.802 vistorias educativas em lojas da capital.

A PBH recebeu 1.036 denúncias, sendo as principais reclamações relacionadas à ausência do uso de máscara e à ocorrência de aglomerações. A fiscalização realizou 105 advertências e aplicou 26 multas a lojistas. Até o momento, apenas um local foi interditado.

Leia Mais:
Com mais 1.060 mortes em 24 horas, Brasil chega a 106.523 óbitos por Covid
SLU informa que coleta seletiva será realizada normalmente em BH no feriado deste sábado
Ocupação de UTIs para a Covid continua a cair em BH; mais 50 mortes são registradas em 24 horas