Minas Gerais registrou o maior número de mortes pela Covid-19 em um único dia desde o início da pandemia, há três meses. Nas últimas 24 horas, o Estado confirmou 35 óbitos. Além disso, 1.323 novos  infectados foram contabilizados no mesmo período. Com isso, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quarta-feira (17), subiu para 537 mortes e 23.347 os diagnosticados com a doença em território mineiro.

Até o momento, a enfermidade fez vítimas em 585 municípios e matou em 159 deles. Com 83 vidas perdidas e 3.548 casos constatados, Belo Horizonte é o epicentro da doença no Estado. Nas últimas 24 horas, a capital teve sete óbitos e 136 casos confirmados da Covid-19. Uberlândia, no Triângulo Mineiro, aparece em seguida, com 44 mortes e 2.352 doentes, conforme o levantamento da SES.

A secretaria de saúde informou que outros 221 óbitos notificados estão em investigação. No Estado, a taxa de letalidade da enfermidade é de 2,3%. Das vítimas que não resistiram ao coronavírus, 73% tinham mais de 60 anos e 84% apresentavam outras doenças que podem ter agravado a Covid-19.

Com relação aos infectados, 10.115 continuam sendo acompanhados pelos órgãos de saúde, sendo que 2.904 estão internados em hospitais de Minas. Os outros 12.695 que receberam o diagnóstico positivo do novo coronavírus estão curados.

Aguarde outras informações

Leia mais:
Comércio cai 16,8% no país e 14,6% no Estado em abril, piores taxas em 20 anos
Eleições de 2020 serão adiadas e votação pode ter novas regras para evitar contágio pela Covid-19
Ipatinga lida com a sobrecarga nos leitos e busca alternativas