Menos da metade das crianças estão protegidas contra a pólio em Belo Horizonte. A expectativa era vacinar 109 mil meninos e meninas de até 4 anos. Porém, só 45 mil foram imunizados. O baixo índice de cobertura contra a poliomielite e também sarampo motivaram a prorrogação da campanha de multivacinação na capital.

A ação, que terminaria nesta sexta-feira (30), agora vai até 20 de novembro. No caso do sarampo, só 10% do público-alvo procurou as unidades de saúde na metrópole. A população a ser vacinada é de cerca de 1,1 milhão e, até 27 de outubro, só 119 mil receberam a dose. A campanha é voltada para adultos de 20 a 49 anos.

Cartão

Além dessas imunizações, as pessoas devem ficar atentas a outras doses. As vacinas disponíveis para atualização das cadernetas são: BCG, Pentavalente, Rotavírus, Hepatite A, Hepatite B, Meningo C, Meningo ACWY, Pneumo 10, Tríplice Bacteriana, Tríplice Viral, Varicela, Febre Amarela, HPV, Dupla Adulto e Tríplice Bacteriana tipo Adulto.

Essas vacinas serão aplicadas conforme a necessidade individual de imunização constatada. É fundamental que os responsáveis levem o cartão para conferência de um profissional.

Vacinação

A imunização é realizada em todos os Centros de Saúde de Belo Horizonte. Clique aqui e confira os endereços e horários de funcionamento. Conforme a PBH, todos os locais permanecem abertos durante a pandemia e várias medidas de segurança foram adotadas. 

Os espaços têm entradas separadas dos demais serviços. O uso de máscaras é obrigatório - menos para crianças de até 2 anos.