Cerca de seis mil moradores de Barão de Cocais, na Região Central de Minas Gerais, devem passar por um simulado de rompimento de barragem neste sábado (18). A previsão é de que o treinamento comece às 15h, na Praça de Eventos José Furtado, no centro da cidade, e se encerre por volta das 19h. 

O treinamento traz orientações  sobre como a população deve proceder em caso de uma situação de rompimento de  barragem. 

Este é o segundo simulado feito na região. O primeiro aconteceu no final de março, quando o nível de emergência da barragem Sul Superior subiu para 3. 

Desta vez, o treinamento acontece por causa do risco de rompimento do talude norte da cava da Mina do Gongo Soco, também no município. Com o talude se deslocando com uma velocidade de 4 cm por dia, estima-se que ele possa se romper entre domingo (19) e sábado (25).

Na sexta-feira (17), a Agência Nacional de Mineração (ANM) confirmou que o rompimento do talude é certo, mas isso não quer dizer que a estrutura da barragem será afetada. O risco é que a vibração gerada pelo rompimento do talude seja gatilho e influencie na segurança da barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km de distância. 

De acordo com informações do órgão, caso a barragem se rompa, a onda de inundação chegaria a Barão de Cocais em cerca uma hora e depois seguiria para Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo. Cerca de 400 pessoas que vivem na Zona de Autosalvamento já foram evacuadas em fevereiro.

Preparação

As atividades que envolvem o treinamento dos moradores começaram a ser realizadas na manhã deste sábado, quando a Defesa Civil realizou reuniões preparatórias para o simulado de evacuação de emergência em sete pontos da cidade.