Um motorista de 37 anos, que teria batido na traseira de um carro no Anel Rodoviário, fugido e colidido em um poste na avenida Tereza Cristina, na região Oeste de BH, foi conduzido ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), no fim da tarde deste domingo (21). Informações preliminares dão conta de que o homem apresentava sinais de embriaguez.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista detido deixou duas pessoas feridas com escoriações depois que bateu no veículo na marginal do Anel, no bairro Betânia, no momento em que mudava de faixa. Com o impacto, o motorista, de 69 anos, perdeu o controle do veículo e acabou capotando. Ele não conseguiu ver por qual carro foi atingido. Em seguida, o suspeito fugiu e, na avenida Tereza Cristina, acabou batendo o próprio carro contra um poste. Os policiais foram acionados.

Percebendo sintomas de embriaguez, sugeriram um exame de etilômetro – método usado para identificar a quantidade de álcool no organismo do condutor. O motorista, no entanto, se negou.

Conforme a ocorrência, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do suspeito foi recolhida assim que ele foi encaminhado ao Detran-MG. Até a publicação, ele ainda prestava esclarecimentos sobre a sequência de ocorridos. 

Trânsito

Após o acidente no Anel Rodoviário, a Via 040, concessionária responsável pelo trecho, chegou a publicar em seu perfil oficial no Twitter, às 16h29, que uma pista no sentido Distrito Federal (DF) havia sido parcialmente interditada, causando uma lentidão de 1 quilômetro a partir do km 537. No entanto, às 17h09, postou que a via estava com acesso livre.