Um dia após a demissão do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, os comandantes Edson Leal Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Bermudez (Aeronáutica) entregaram os cargos nesta terça-feira (30). A saída foi confirmada pelo Ministério da Defesa.

Agora, o sucessor de Azevedo, o também general Walter Braga Netto, que até então comandava a Casa Civil, precisa apresentar três nomes para cada um dos cargos vagos.

Pujol, Barbosa e Bermudez se reuniram na manhã dessa terça em Brasília e anunciaram a saída conjunta à tarde. A entrega dos cargos dos três chefes das Forças Armadas, ao mesmo tempo, ocorre pela primeira vez desde 1985. 

Ao anunciar a saída nessa segunda-feira, Fernando Azevedo afirmou, em carta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que, no período em que atuou como ministro, preservou "as Forças Armadas como instituições de Estado".

Leia mais:
Governo defende nova suspensão de reajuste em planos de saúde
Anvisa nega certificação para a fabricante da vacina Covaxin
BH pode ter chuva forte com trovoadas e rajadas de vento de até 50 km/h; veja as recomendações