Uma confusão na entrada do estacionamento da PUC Barreiro, nessa quarta-feira (5), terminou com um homem ferido por arma de fogo. Dois suspeitos foram presos e um menor, apreendido. Segundo a assessoria da PUC, o episódio envolve pessoas estranhas à instituição. Veja a nota da universidade, na íntegra:

"Sobre o episódio ocorrido nessa quarta-feira, dia 5 de junho, na Unidade da PUC Minas Barreiro, envolvendo pessoas estranhas à Instituição e que culminou com a agressão com arma de fogo contra um dos envolvidos na entrada do estacionamento, a Universidade esclarece que, imediatamente, foram tomadas as medidas cabíveis que dizem respeito à garantia da segurança de todos que estudam e trabalham na PUC Minas Barreiro. Informa também que outras medidas de intensificação da segurança nos acessos da Unidade estão sendo adotadas".

De acordo com o sargento Rafael Zunzarren, do 41° Batalhão de Polícia Militar, houve uma tentativa de homicídio no local na tarde dessa quarta-feira (5). Na entrada do estacionamento da instituição, um homem, suspeito de matar uma mulher na madrugada anterior, foi baleado e, em seguida, levado para o hospital.

Os responsáveis pelo homicídio tentado, sendo um homem e um adolescente, que seriam os executores do crime, e um terceiro homem, suspeito de ser o mandante, foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Plantão de Contagem. 

A motivação do homicídio tentado seria a morte de uma mulher de 36 anos. O corpo dela foi encontrado, na madrugada de quarta-feira (5), em uma linha férrea no Barreiro.