As obras para a construção de uma área de escape no Anel Rodoviário, em Belo Horizonte, serão iniciadas nesta quarta-feira (6). De acordo com a prefeitura, a intervenção será feita na altura do KM 541, no sentido Vitória, entre a BR-040 e o trevo do Betânia, próximo ao acesso ao bairro Buritis, na região Oeste da capital. O trecho de cerca de 400 metros é palco de várias tragédias.

Com as áreas de escape, que são dispositivos de segurança adotados em trechos de longa distância, a expectativa é reduzir os acidentes causados por frenagens ou perda de freio dos veículos. A estrutura é composta por uma caixa de concreto semelhante a uma piscina, com 100 metros de comprimento e camadas de argila expansiva.

Em agosto deste ano, a PBH anunciou que assumiria as obras na rodovia. De acordo com a prefeitura, como o Anel é área de domínio do governo federal, foi necessária uma autorização da União para que o Executivo municicpal pudesse realizar os trabalhos.

O projeto foi desenvolvido pela BHTrans e a execução da obra será de responsabilidade da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap). Também estão envolvidos a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e a Via 040, concessionária que administra o trecho, em atividades de fiscalização, autorizações e aprovações.

O investimento está orçado em cerca de R$ 3,5 milhões, com recursos próprios da PBH, e a previsão é que as áreas de escape sejam concluídas no primeiro semestre do próximo ano.

Durante as intervenções, sinalização para orienta ros motoristas será implantada na região. Caso seja necessário, interdições de faixa do Anel Rodoviário serão realizadas fora dos horários de pico, entre 9h e 15h.

Leia mais:
Copasa descarta racionamento de água na Grande BH até o próximo ano
CPI da ALMG investiga irregularidade em contrato bilionário da Cemig com empresa de teleatendimento