A Coreia do Norte lançou dois mísseis de curta distância na madrugada deste domingo em direção ao mar a partir de sua fronteira com a Coreia do Sul. O exercício foi considerado uma provocação maior do que as anteriores pela Coreia do Sul, dado que o lançamento foi o mais próximo da fronteira já feito nos últimos anos.

O lançamento dos dois mísseis, por volta da 1h pelo horário local, aconteceu cerca de 20 quilômetros distante da fronteira ao norte do país, próximo à cidade de Kaesong, de acordo com o Ministério da Defesa de Seul. Os mísseis viajaram cerca de 500 quilômetros para o norte antes de caírem no mar.

O teste desde domingo segue-se ao lançamento de vários projéteis a partir da costa leste da Coreia do Norte nas últimas semanas, incluindo mísseis balísticos. O teste com mísseis balísticos pela Coreia do Norte foi proibido pelas Nações Unidas, em meio as sanções aplicadas contra o país por conta de seu programa de armas nucleares.

Segundo o ministério, na quarta-feira, a Coreia do Norte havia lançado um míssil similar ao deste domingo, a 40 quilômetros da mesma região da fronteira com a Coreia do Sul.

A Coreia do Norte não divulgou uma explicação pelo lançamento do míssil da madrugada deste domingo. Ontem, a TV estatal criticou a visita de sexta-feira do porta aviões nuclear norte-americano USS George Washington, a um porto sul-coreano.

A mídia norte-coreana também indicou nas semanas recentes que o governo central está incomodado com os encontros entre os líderes da China e Coreia do Sul, assim como as conversações entre autoridades dos Estados Unidos e chinesas. Uma proposta recente de Pyongyang para Seul de cessar provocações mútuas foi rejeitada pela Coreia do Sul, por não ser sincera.