A Prefeitura de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recolheu na manhã desta segunda-feira (13), por tempo indeterminado, os alvarás de funcionamento de duas igrejas evangélicas que realizaram cultos com a presença de fiéis na cidade na noite desse domingo (12). A ação de fiscalização continuará durante esta semana.

De acordo com a prefeitura, a vigilância sanitária do município recebeu denúncias, inclusive com vídeos, sobre o funcionamento dos templos, na noite desse domingo. Em um dos casos, na Igreja Quadrangular Movimento, localizada no bairro Laranjeiras, a Guarda Municipal compareceu ao local na mesma noite e registrou o caso em vídeo.

Já na Igreja do Evangelho Quadrangular, no bairro Filadélfia, a abertura veio à tona após denúncias de vizinhos da instituição à vigilância. Em ambos os casos, a ação contrariou o decreto 42.030 de 22 de março, que proíbe a realização dessas celebrações devido à pandemia de Covid-19. 

Por essa razão, segundo Nilvan Baeta, chefe da Vigilância em Saúde de Betim, os prédios onde são realizados os cultos foram lacrados nesta segunda-feira, tendo sido abertos processos administrativos que foram encaminhados para a Procuradoria-Geral do Município.

"Essa é uma ação que será intensificada durante toda a semana pela Vigilância Sanitária. Pedimos a toda a população que não frequente cultos religiosos com o intuito de evitar aglomeração e, assim, evitar a transmissão da Covid-19", afirmou Baeta.

A reportagem busca contato com as igrejas citadas, mas ainda não obteve sucesso.